fortaleza-lagoinha2

Passamos 7 dias inesquecíveis em Fortaleza que vamos contar para vocês agora. Bom para aproveitar tudo que Fortaleza tem de melhor é preciso muita disposição, pois o dia começa as 6:30h. mas não tem hora para acabar, isso mesmo os dias são intensos e as noite calorosas.

Chegamos as 14h. no aeroporto e fomos direto para a pousado que já havíamos reservado, deixamos as coisas lá e nos informamos onde poderíamos comer um baião de dois para nos situarmos rsrs. Nós indicaram o restaurante Colher de Pau que ficava na rua de traz. Fomos para lá e realmente foi uma das melhores refeições que fizemos. O Baião de dois da Colher de Pau é considerado o melhor da cidade que já é servido a mais de 20 anos. Com ingredientes simples como arroz branco, feijão-verde e pedaços de queijo de coalho e para acompanha, carne seca em pedaços ou desfiada, cozida na manteiga, uma farofa com filetes de carne seca, (paçoca), rapadura, mandioca frita (macaxeira) e banana frita. Sem falar no ambiente e o atendimento show de bola. Realmente começamos com o pé direito.

 

 

Depois desse belíssimo almoço fomos para o calçadão da praia de Meireles, como nós não havíamos definido nenhum roteiro só pegamos algumas dicas na internet, fomos pesquisando os passeios com os guias que ficam oferecendo no calçadão, muitos são de agências então pode fechar negócio sem problema, mas é sempre bom dar uma pechinchada.

Fechamos para o dia seguinte o passeio para 3 praias (Morro Branco, Praia da Fontes e Canoa Quebrada), que fica em Beberibe que fica +- a 85 km. de Fortaleza. A empresa nos pega as 7h. na porta da pousada e  leva até lá e nos indica os bugueiros que formam grupos para fazer os passeios. O preço é praticamente fixo então não tem muita opção. No Morro Branco fizemos um passeio ecológico onde o guia que já faz parte do valor pago pelo bugue nos leva por entre os labirintos de falésias onde já foram usadas como cenário de filmes e novelas e de onde tiram a matéria prima para o artesanato local as garrafinhas decoradas.

De bugue também chegamos a praia das Fontes, com bicas de água doce, grutas, dunas, falésias. Se estiver com seus filhos peçam para ir até a Lagoa do Uruaú, lé vocês vão encontrar quiosques com mesas bem próximo da água e passeios de lancha, jet ski e caiaque. Morro Branco e Praia das Fontes é feito no período da manhã, então voltamos para o ônibus e seguimos para Canoa Quebrada + uns 80 km. onde vamos almoçar.

Canoa Quebrada era uma aldeia de pescadores até os anos 70, quando chegaram por lá hippies e a transformaram em um lugar de “paz e amor”. Hoje, conta asfaltado, restaurantes, pousadas, é um dos destinos mais paradisíacos do Ceará. Com tudo, a vila no alto de uma falésia tenta manter seu lado alternativo. Optamos por caminhas ao invés de andar de bugue, com isso pudemos aprecias com mais calma o mar de águas esverdeadas e as jangadas rusticas e colorias sem dizer das belíssimas falésias onde a brisa do mar bate e mantém no ar os parapentes que colorem o céu azul.

Por falar em parapentes, resolvi dar uma voltinha, e que sensação maravilhosa, a brisa do mar batendo no rosto e sendo levado por um bom trecho entre subidas e descidas suaves. Show! se tiverem a oportunidade não deixem de fazer é muito seguro e o preço em alta temporada varia de R$100,00 a R$150,00 por um passeio de aproximadamente 40 min.

Bom hora de voltar, a viagem somada ma +- 330 km. ida e volta, um pouco cansativo mas vale apena! Já em Fortaleza, hora de curtir a noite e fechar o passeio do dia seguinte.

 

 

Fomos para o calçadão e acabamos comendo no mc donalds, não por falta de opção e sim pela rapidez pois não queríamos  perder muito tempo. Então fechamos a nossa ida para passar o dia em Cumbuco, custo de R$ 35,00 por pessoas. Demos algumas voltar na feirinha e voltamos para a pousada a 1 da manhã para acordar as 6h e aguardar a van que iria nos buscar.

Cumbuco fica a 35 km. de Fortaleza, eles nos levam em um micro-ônibus com ar-condicionado e guia que vai explicando e mostrando alguns pontos que vamos passando. Chegando lá, nos deixam no ponto de apoio e é o mesmo esquema do dia anterior, eles indicam os bugueiros e a negociação fica por nossa conta. O custo varia de R$ 45,00 a R$ 60,00 dependendo da época do ano. Detalhe, as empresas não se responsabílizam pelos serviços de terceiros. Mas não tivemos nenhum problema em momento algum.

Na formação dos grupos de 4 pessoas para pegar o bugue, conhecemos um casal de Porto Alegre, que fizemos amizade e passamos o resto do dia juntos.

As dunas e as lagoas fazem de Cumbuco um parque de diversões naturais. O lugar é cheio de atividades como o passeio de bugue, jangada e o famoso esquibunda. A lagoa da Banana é bem conhecida e bem movimentada nos finais de semana por ter barracas ao seu redor e a pratica de kite e windsurf. A maneira mais empolgante de chegar lá é de bugue com emoção.

O local conta ainda com uma excelente infraestrutura como pousadas, restaurantes, artesanato e além dos passeios de bugue tem os passeios de cavalos e jangadas.

 

 

Anoite fomos para o calçadão para fechamos a nossa ida para Jijoca de Jericoacoara onde já havíamos feito reserva para uma noite. Veja nos Post Jericoacoara

Novamente pau de arara até Jijoca para pegar o ônibus e enfrentar as quase 4 horas de viagem mas felizes por conhecer esse lugar magico.

De volta a Fortaleza, ligamos para nossos amigos do Sul e marcamos um passeio mais light até a Praia do Futuro, conhecemos o famoso Chico do Caranguejo que as quintas feiras apresenta vários show de humor com os talentosíssimos humoristas Cearenses. Ficamos o período da manhã  por lá, almoçamos e voltamos para Meireles pois as 15h. marcamos um passeio de veleiro pela Orla.

Acredito que seja maravilho esse passeio mas para nós foi meio traumático rsr. Para chegar até o veleiro temos que embarcar em uma jangada e passar a arrebentação, detalhe em pé e isso foi só o começo.

Embarcar no veleiro foi outro sufoco, pois o mar estava um pouco agitado e perigoso. Bom enfim embarcamos e demos inicio ao passeio, passamos por diversas embarcações que bateram em pedras gigantes. Como disse o mar estava um pouco agitado então balançava muito, algumas pessoas começaram  a passar mal e o tempo estava fechando. Ficamos um pouco apreensivos mas deu tudo certo. Para desembarcar, outro parto. Achamos um pouco desorganizado, mas tirando isso o passeio é agradável.

 

 

fortaleza-mercado-dos-peixesEm terra firme, fomos ao mercado dos peixes e frutos do mar, onde é possível comprar por exemplo camarões e lagostas limpas, dar alguns passos e pedir para fritar alho e óleo e comer nas diversas mesinhas disponíveis. Pagamos R$18,00 o Kg. de camarão rosa médio limpo e R$35,00 o Kg. da lagosta limpa, Uma delicia recomendamos. Há sem contar a cerveja super gelada e com um preço show de bola apenas R$5,00.

 

No penúltimo dia já estasiados, nossos amigos do Sul nos ligaram com uma proposta para irmos a duas Praias que não estão no circuito dos guias, Lagoinha e Paracuru pois ainda tem pouca infraestrutura para receber turistas, mas que tenho certeza que isso vai mudar em breve. Informem-se sobre essas praias pois são belíssimas.

Lagoinha esta a 124 km. de Fortaleza, é composta por uma areia fina e escura, lagoas de água doce, coqueiros e um mar verde lindo. “O local servia antigamente como porto para piratas franceses. Diz a lenda que esses piratas enterraram tesouros debaixo das dunas, mas nunca acharam nada.” nos contou um morador local.

Passamos o dia por lá, mergulhamos, tomamos uma cerveja gelada e comemos um peixe que estava muito bom mesmo.

 

 

Voltamos e a noite fomos para a feirinha de Meireles para comprar algumas lembrancinha, e aproveitar a ultima noite em na capital Cearense.

Na manhã do dia seguinte ainda arrumamos folego para ir conhecer o Mercado Municipal famoso pela variedade de artesanato e produtos como por exemplo a paçoca que conhecemos por farofa, muito boa, trouxe 2 kg. rsrs.

 

 

De volta a pousada, hora de arrumar as malas e deixar o paraíso!

Foi uma viagem inesquecível que pretendemos voltar em breve pois deixamos de conhecer vários lugares como por exemplo o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Trata-se de um espaço cultural de arquitetura moderna e que reúne teatros, cinema, espaço para shows, galerias de arte, mas isso é uma outra viagem.

Share Button

12 thoughts on “Fortaleza, 7 dias inesquecíveis!

  1. Fortaleza é mesmo um lugar lindo! Vale muito a pena conhecer..

  2. Estive em Natal faz muito anos (mais de 10) e sempre ouvi falar bem de Canoa Quebrada e de Fortaleza… Quem sabe nao sera´ o nosso proximo destino no Brasil?

  3. Ahhh que saudades dessa terra tão maravilhosa! Já estive aí duas vezes e sem dúvidas foi muito pouco! É daqueles lugares que vc sai tendo a certeza de que volta um dia!

  4. Lindo roteiro também fiz um parecido, mas dei uma esticada é fui para Jeri. As praias perto de Fortaleza são muito lindas.

  5. Fortaleza é simplesmente Fantástica! Essa viagem de vocês deve ter sido incrível, ainda mais que já começou com uma baião de dois! haha

  6. quantas fotos legais, nunca fui a Fortaleza, mas está nos planos, espero conhecer logo!

  7. Nossa, Fortaleza foi a segunda viagem da minha vida. Fui quando ainda era criança com a minha família e me lembro como se fosse hoje. Realmente uma viagem espetacular e inesquecível. E os passeis de bugue então? “Com emoção ou sem emoção?” Jesusss! Kkkk… Adorei viajar com você através deste post e reviver tantas lembranças tão boas! 🙂

  8. Adorei seu relato! Fortaleza é uma das poucas capitais que eu ainda não conheço no Brasil e eu morro de vergonha de contar isso. Depois de ler seu post fiquei morrendo de vontade de conhecer as praias, me aventurar nos bugues…

  9. Bahh que passeio maravilhosooo!! Eu só n faria o veleiro pq sou muuutia cagona do mar, principalmente se estivesse agitado!!

  10. Pô, Fausto, que roteiro maravilhoso! 😀 Nós ainda nao conhecemos Fortaleza, duro, né? Precisamoas muito ir.

  11. Muito bom este post pois explica até mesmo os valores sobre a alimentação (Camarão… huuumm), também gostei muito de saber sobre a Lagoa do Uruaú, quem tem filho vai gostar da dica.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usá-los HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

clear formSubmit